Sobre mim

Especialista em Ações Revisionais, Direito Civil e Direito do Trabalho
Advogada, Bacharelada em Direito pela PUC/RS -Atuante nas áreas do direito processual trabalhista, cível e consumidor.
Advocacia com comprometimento e eficiência.

Verificações

Tabata Yokoyama Fritsch, Advogado
Tabata Yokoyama Fritsch
OAB 97.553/RS VERIFICADO
O Jusbrasil confirmou que esta OAB é autêntica
PRO
Desde Setembro de 2016

Principais áreas de atuação

Direito do Consumidor, 11%
Direito do Trabalho, 11%
Contratos, 11%
Direito Securitário, 11%
Outras, 56%

Correspondência Jurídica

Serviços que realizo como correspondente jurídico
Cargas
Despachos
Exame de processos
Alvarás
Análises
Distribuições

Primeira Impressão

(11)
(11)

11 avaliações ao primeiro contato

Recomendações

(1)
L
Luis Chaves
Comentário · há 3 anos
É paradoxal essa medida.
Claro que a advogada têm o direito de ter um tempo mínimo para recuperar-se do parto e cuidar de seu filho. Neste sentido a medida é excelente, pois possibilita às advogadas que trabalham sozinhas (a grande maioria dos profissionais) esse tempo, que, diga-se de passagem, é curto.
Contudo, temos de outro lado a parte adversa. É evidente que a suspensão do prazo prejudica o credor. E todos sabemos que uma suspensão de prazos por 30 dias pode estender a duração de um processo em mais um ano.
Qual a solução?
Não há uma solução que se adeque ao interesse de todas as partes. Neste sentido, achei de um tremendo egoísmo o comentário do Bruno, que, aparentemente, olha somente para o próprio umbigo e não conseguem ver que existem outras pessoas no mundo além dele, com direitos iguais aos de todos.
Em não havendo solução que agrade a todos, temos que pensar no ser humano. Só por que a mulher é advogada ela não tem direito de ter filhos? Será que ele acha que gravidez é assim, agenda-se a data para engravidar para que o parto coincida com o recesso do judiciário?
É preciso olhar para o próximo, querido. É preciso entender que todos temos direitos e necessidades e que sua esposa (ou esposo) também pode engravidar um dia (ou adotar uma criança) e que se ela (ou ele) for advogada (o) precisará de um tempo para ficar junto da criança, criar um vínculo, amamentar, proteger. Esse direito sobrepõe-se ao direito à um processo judicial mais célere.
Pense nisso, querido. Hoje é sua colega advogada, amanhã pode ser você.

Perfis que segue

(37)
Carregando

Seguidores

(7)
Carregando

Tópicos de interesse

(16)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres
Fale agora com Tabata
(51) 98538-...
Ver telefone
Rua dos Andradas, 1519, sala 106. Bairro Centro - Porto Alegre (RS) - 90020011

Tabata Yokoyama Fritsch

Rua dos Andradas, 1519, sala 106. Bairro Centro - Porto Alegre (RS) - 90020-011

Entrar em contato